Egresso Gabriel Jorge

Para Gabriel Jorge, a FEITEP foi a faculdade onde pôde realizar o sonho de se formar em Engenharia Civil, mas acabou sendo muito mais que isso. A FEITEP foi o local onde ele moldou e começou a construir a sua carreira, que hoje é focada na docência e na área acadêmica.

Com 24 anos, atualmente Gabriel é Professor Tutor EAD da instituição, mas começou sua história dentro da faculdade em 2015, quando por indicação de uma engenheira de Paiçandu (PR), cidade onde mora, resolveu visitar a instituição. O sonho do estudante era se formar em Civil, então, o fato de ser a única faculdade de Maringá e região especializada em Engenharias e Arquitetura foi fator importante para ele fazer a escolha pela FEITEP. 

A facilidade com disciplinas ligadas à matemática, como cálculo e geometria analítica, nas quais mantinha a média acima de 9,5, o levou naturalmente ao processo seletivo de monitorias, no terceiro ano. Ele passou e o estágio começou logo antes de uma semana de provas, o que tornou o início dessa jornada bem difícil. Ele pensou em desistir, pois conciliar os estudos para as provas com as aulas que precisava preparar aos outros alunos não era algo com o que estava acostumado. Mas ele teve ajuda do professor Antonio Peixoto e de alguns outros professores.

Com mais calma, depois de passada a temida semana de provas, Gabriel iniciou o estágio: “Eu comecei a ter uma ascensão na área da educação, comecei a ministrar reforços e monitorias, passei a ter um público grande nas minhas aulas e comecei a ter um destaque na docência”, relata o então estudante. Nem os outros estágios dentro de construtoras o fizeram desistir da área acadêmica.

Foram três anos de monitoria e três anos com as aulas cheias, com bons comentários de alunos e professores. Isso o levou a ter uma certa facilidade para conversar com a instituição. Ser efetivado na FEITEP foi o caminho natural, tanto para ele quanto para a faculdade. O desafio agora era diferente, porque a experiência que tinha até então era apenas com aulas presenciais, mas isso não foi problema e Gabriel aceitou a função na EAD.

“A minha caminhada dentro da FEITEP realmente me ajudou muito na profissão que eu tenho hoje. Basicamente, foi um grande treinamento e abriu essas portas. Hoje, eu quero viver da educação. Quero ser docente”, conta.

Muitas pessoas brincam com Gabriel, dizendo que ele deveria ter se formado em Pedagogia, mas ele discorda. Civil é um curso e uma área que ele gosta e a experiência durante a graduação foi muito construtiva. Além das possibilidades amplas dentro do mercado de trabalho. Apesar do gosto pela área, o funcionário da FEITEP não para de estudar. Está para se formar em uma nova graduação, de Matemática dessa vez, e pretende começar um mestrado e, posteriormente, fazer um doutorado. 

“Com certeza, a bagagem que adquiri ao estudar na FEITEP, com média 7 e uma cobrança maior que outras faculdades, me auxiliou muito a construir o bom currículo que eu tenho atualmente”, explica o Tutor. Com a vontade incessante de estudar, se especializar e se atualizar, Gabriel está apenas no começo da carreira.

Quer saber mais sobre os nossos egressos? Fique ligado no Blog da Feitep!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *