Tipos de cabos

No Brasil foi adotada a escala hoje conhecida AWG (American Wire Gage), pela qual se estabeleceram inicialmente 40 tamanhos padronizados de fios de cobre, ordenados em ordem decrescente de diâmetro e mantendo uma relação constante entre os diâmetros de dois tamanhos sucessivos.  

Os cabos podem ser de cobre (de material muito utilizado em instalações elétricas residenciais), de alumínio (utilizado amplamente em linhas de transmissão de energia)

  • ALUMÍNIO – O alumínio é hoje inteiramente dominante para a fabricação de condutores para linhas aéreas de transmissão, tanto em sua forma pura, como em liga com outros elementos, ou associados com o aço
  • COBRE – Apesar de sua elevada condutividade elétrica, o cobre vem sendo cada vez. Menos usado em linhas aéreas de transmissão, principalmente por razões de ordem econômica.

Alguns critérios utilizados para escolha de um cabo de transmissão, juntamente com um comparativo entre eles:

  • Condutividade: Capacidade de condução do material. O alumínio para condutores apresenta uma condutividade cerca de 61% daquela do cobre usado em cabos, porém, devido ao seu baixo peso específico, a condutividade do alumínio é mais do que o dobro daquela do cobre por unidade de peso.
  • Resistência mecânica – Resistir esforços mecânicos. A do alumínio é praticamente a metade daquela do cobre, porém utiliza-se ligas de alumínio ou ainda é utilizado cabos de aço no interior do cabo para dar suporte aos cabos de alumínio.
  • Resistência à corrosão – Os cabos são revestidos com um filme que é bastante duro e estável, protegendo o fio contra futuras agressões externas. Também se utiliza de ligas metálicas que possuem resistências a ambientes específicos, como por exemplo ambientes marítimos.
  • Preço – Apesar de o alumínio ser um pior condutor que cobre, seu preço por unidade de peso é cerca da metade dó preço de igual quantidade de cobre, se conclui que o investimento necessário em cabos para transportar uma mesma corrente, com o mesmo rendimento em condutor de alumínio, é cerca de um quarto daquela necessária à sua realização por condutor de cobre.

Além dos condutores citas, há várias outras formas e métodos de se construir e utilizar cabos de transmissão, mostrados na figura abaixo. Cada tipo e forma de criação tem tratamentos e algumas características entre elas.

Professor Mestre Ivan Rossato Chrun

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *